Benefícios da maçã para a saúde – Conheça 7 propriedades dessa fruta

Spread the love

A maçã é uma fruta que vem da macieira, árvore de origem asiática e que é cultivada há milhares de anos nos continentes europeus e asiáticos. É uma fruta presente em mitologias e faz parte de muitas culturas. É originária do termo em latim mala matiana, cujo significado é “maçãs de Mácio”.

Pesquisas sugerem que a maçã emagrece e pode estar ligada à redução do risco de câncer, doenças cardiovasculares, asma e diabetes.

O potencial dos chamados fitoquímicos de reduzir o risco de doenças e contribuir para a saúde tem chamado a atenção de cientistas, médicos e do público em geral. Maçãs, bem como seus sucos e extratos, foram incluídas em estudos no mundo todo devido ao seu alto teor de dessas substâncias.

O estresse oxidativo, conhecido por desempenhar um papel na origem da maioria das doenças, tem sido o foco de muitos estudos.

Processos relacionados sobre a influencia da  maçã  no tratamento de certas doenças incluem a redução da produção de tumores e morte das células,  processos como metabolismo de gorduras, inflamação, entre outros.

Tipos de maçã

Dentre os tipos de maçã comumente disponíveis no supermecado é possível citar quatro: Argentina, Fuji, Gala e Verde. Conheça um pouco mais sobre cada uma delas a seguir:

  • Maçã Argentina (65 kcal em média): também chamada de maçã Red por causa de sua cor vermelho vivo, possui sabor doce e é de fácil digestão.
  • Maçã Fuji (56 kcal em média): de coloração avermelhada e às vezes esverdeada, possui a polpa crocante, suculenta e sabor levemente azedo.
  • Maçã Gala (63 kcal em média): fruta de coloração avermelhada, possui polpa macia e bem adocicada quando madura.
  • Maçã Verde (65 kcal em média):  de coloração verde e polpa crocante, acompanha bem pratos salgados. Um dos benefícios da maçã verde em relação as demais é que ela apresenta maior quantidade de clorofila e são ricas em Vitamina C, sendo potente para limpar o organismo de toxinas.

Muito se tem falado na mídia sobre um alimento conhecido como “maçã peruana”, que na verdade é um tubérculo, sendo chamado dessa forma por apresentar propriedades que se assemelharem às da fruta tradicional. Dentre os benefícios da maçã peruana é possível citar:

  • Fortalece o coração
  • Ajuda no emagrecimento
  • Previne contra a anemia e osteoporose
  • Aumenta a libido

Agora, acompanhe a seguir alguns estudos sobre as diversas propriedades da maçã e sua capacidade protetora contra diversas doenças.

Benefícios da maçã

1.Benefícios da maçã para a perda de peso – As diretrizes atuais recomendam o consumo diário de alimentos que são uma boa fonte de fibra dietética e que possuem baixa densidade de energia para promover a perda de peso. Com base nessa premissa, um estudo foi realizado com mulheres com excesso de peso e níveis elevados de colesterol no sangue para determinar se a ingestão de frutas causava algum efeito na concentração de lipídios no sangue e no peso corporal. As participantes foram divididas em 3 grupos que receberam 3 tipos de refeições distintas durante 10 semanas.

Grupo 1: ingestão diária de 300 g de maçã (aproximadamente,  uma maça e meia de tamanho grande);

Grupo 2: ingestão diária de 300 g de de pera;

Grupo 3: ao invés de frutas, 60 g de biscoitos de aveia.

Cada grupo recebeu orientações para manter uma dieta de redução calórica projetada para reduzir o peso corporal (défice de 250 kcal por dia).

Os resultados indicaram que a adição de maçãs na dieta resultou numa perda significativa de peso de 1,32 kg após as 10 semanas.

Como tal, seria impreciso afirmar que as maçãs sozinhas induziram a perda de peso com base neste estudo. No entanto, é provável que a sua baixa quantidade de calorias e seu teor de fibras, tornam o consumo da maçã eficaz em dietas de redução de peso. Assim, as maçãs podem ser potencialmente relacionadas ao emagrecimento.

2.Benefícios da maçã contra o Câncer – Estima-se que um terço de todas as mortes por câncer poderiam ser evitadas por uma dieta melhorada, particularmente pelo aumento do consumo de frutas, vegetais e grãos integrais. Existe uma prova convincente de que dietas ricas em frutas e vegetais estão associadas com redução do câncer no pulmão, cavidade oral, esôfago, estômago e cólon.

Mais especificamente, estudos demonstraram que a ingestão de  maçã  estava associada à redução do risco de câncer de pulmão. Ensaios recentes adicionaram resultados além dos dados clínicos que sugerem um efeito protetor da  maçã  sobre o risco de câncer.

Os estudos in vitro têm procurado examinar o potencial da maçã  em relação ao câncer. O câncer de cólon, o 4º mais comum e a 3ª causa mais recorrente de morte na sociedade ocidental, tem sido o foco de muitas investigações. Houve também vários estudos que examinaram o potencial de maçã  para reduzir o risco de câncer de mama.

Cientistas acreditam que a atividade antioxidante da maçã, incluindo a eliminação de radicais livres, é capaz de reduzir a proliferação celular e induzir moleculas capazes de desintoxicar o organismo.

3.Benefícios da maçã contra doenças cardiovasculares – A superprodução e alta-exposição do corpo a moléculas oxidantes pode resultar em um desequilíbrio levando a danos celulares. O dano oxidativo parece ser um fator que pode levar a várias doenças crônicas, incluindo doenças cardiovasculares.

Além disso, os lipídeos, popularmente chamados de gorduras, quando em quantidades elevadas no organismo são fatores de risco para muitos tipos de doenças cardiovasculares. Estudos indicaram que a maçã tem o poder de agir como um antioxidante, controlando essa quantidade de lipídeos no nosso organismo, bem como eliminando as moléculas que causam danos ao nosso corpo, diminuindo assim o risco de tais doenças.

4.Benefícios da maçã contra a asma e outros problemas pulmonares – A prevalência de doenças pulmonares, particularmente a asma, tem aumentado nas últimas décadas. Especula-se que fatores ambientais e relacionados ao estilo de vida, tais como a redução da ingestão de antioxidantes provenientes da alimentação, estão contribuindo para o aumento dessas doenças.

Os pulmões são particularmente susceptíveis a danos oxidativos devido à alta e contínua exposição ao oxigênio. A maçã pode ter um efeito protetor por causa de seu potencial antioxidante e conteúdo fitoquímico. Uma pesquisa descreveu a associação inversa entre o consumo de maçã e o surgimento asma e doença pulmonar obstrutiva crônica, incluindo bronquite e enfisema

5.Benefícios da maçã contra a Diabetes – A incidência de diabetes, principalmente a do tipo 2, aumentou dramaticamente e é tema de muitos estudos ao redor do mundo. Novos dados sugerem um possível link entre o consumo de maçã e risco reduzido de diabetes.

Um grande estudo realizado pela revista Women’s Health procurou determinar se flavonoides obtidos da dieta podiam influenciar no risco de diabetes.

Foi verificado uma diminuição de 27% no risco de diabetes tipo 2 associada com o consumo de 2 a 6 maçãs por semana em comparação com nenhum consumo de  maçã e 28% menos risco considerando a ingestão de 1  maçã  por dia.

6.Benefícios da maçã para a saúde dos ossos – A perda de massa óssea associada à osteoporose é vista por estudiosos na área como uma epidemia global. Frutas e vegetais fornecem nutrientes que parecem estar associados à melhora da saúde óssea (vitamina C, potássio, magnésio e vitamina K), além de produzir metabólitos que podem melhorar a saúde óssea, reduzindo a excreção de cálcio. A ingestão de frutas e vegetais foi associada à melhora da densidade mineral óssea. Alguns estudos que examinaram as propriedades da maçã sugerem que ela pode ter um impacto positivo relacionado à saúde óssea.

Um estudo demonstrou que o declínio do estrogênio (um hormônio feminino) associado à menopausa estava relacionado ao aumento da produção de medidores inflamatórios dentro do microambiente ósseo. Nessa pesquisa, animais receberam a Fioridina, um flavonóide presente em grande quantidade na casca da maçã. Após 80 dias de tratamento, foi verificado que a ingestão deste flavonoide melhorou a densidade  óssea dos animais.

7.Benefícios da maçã contra lesões gastrointestinais – Alguns estudos avaliaram o potencial da maçã para reduzir lesões à mucosa gástrica induzidas por drogas. Em um estudo, o extrato de maçã protegeu células de animais contra danos oxidativos. Esse efeito protetor foi associado com sua capacidade antioxidante.

Evidências in vitro indicam que compostos presentes na maçã podem proteger inclusive contra a úlcera gástrica. Um componente da casca foi eficaz contra a H. Pylori, uma bactéria que é uma das principais causas de úlceras. Outro estudo in vitro demonstrou que a maçã pode oferecer outros efeitos benéficos à saúde gastrointestinal por um mecanismo alternativo. Ela pode ajudar por meio de um processo de redução no risco de mutações e aparecimento do câncer gástrico.

Maçã geneticamente modificada chega aos Estados Unidos

Após ser aprovada pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos em 2015, as maçãs transgênicas chegarão em fevereiro de 2018 ao país norte-americano. Anunciada pela empresa canadense Okanagan Specialty Fruits, a maior característica da maçã é o fato de ela não escurecer após ser cortada. Isso se torna possível em função da retirada do gene que produz a enzima polifenol oxidase, responsável pela oxidação da fruta. Quer dizer que você poderá cortar uma maçã, comer um pedaço e guardar o outro para comer depois sem que a fatia estrague.

Agora que você já conhece todos os benefícios da maçã, confira duas receitas deliciosas para garantir o consumo diário desta fruta:

Receitas com maçã

Crumble de maçã

  1. Descasque 1 kg de maça e corte as em cubos. Distribua os pedaços numa assadeira e polvilhe com a canela e um pouco de açúcar.
  2. Num refratário, coloque 200g de farinha de trigo, 100 g de açúcar e 150g de manteiga. Misture os ingredientes com a ponta dos dedos
  3. Cubra a maçã picada com a mistura feita previamente.
  4. Leve o crumble ao forno durante 20 minutos.

Bolo de maçã de liquidificador

  1. Primeiramente descasque duas maçãs, reserve a casca e pique a polpa da fruta em cubos.
  2. Regue a maça picada com suco de limão e açúcar e reserve.
  3. Junte a casca das duas maçãs, pique mais uma com casca e bata no liquidificador com 3 ovos, 2 xícaras de açúcar e ¾ de xícara de óleo.
  4. Peneire 2 xícaras e ½ de farinha de trigo e 1colher de fermento.
  5. Junte os ingredientes secos à mistura batida, mexa bem e acrescente os cubinhos de maçãs.
  6. Leve para assar numa forma untada em forno pré-aquecido por aproximadamente 35 a 40 minutos.