Benefícios do Maracujá para a saúde

Compartilhe as informações sobre este alimento

O maracujá, cujo fruto é nativo da Bacia Amazônica, é uma planta trepadeira da família das Passifloráceas e é muito conhecida no território brasileiro, seja pela fruta ou pela flor. A fruta tem uma casca grossa que pode ter a cor amarelad   a ou vermelha. A polpa é composta por sementes pretas revestidas de uma substância amarela e límpida, um tanto quanto ácida e de aroma característico. A polpa é tão versátil que pode ser consumida como sucos ou fazer parte do preparo de pudins, sorvetes, geleias e licores.

O maracujá contém alcanoides e flavonoides, substâncias essas que agem como analgésicos, tranquilizantes e relaxantes musculares no sistema nervoso central no corpo de um indivíduo. Além disso, o maracujá é fonte de vitaminas A, C e do complexo B. Uma vez reunidas, elas ajudam a combater o estresse e diminuem as chances de aparecimento de tumores e evitam o envelhecimento precoce das células.

O maracujá (Passiflora Edulis) também contempla alguns sais minerais essenciais para o organismo, bem como o ferro, sódio, fósforo e cálcio. Nesse sentido, a fruta ajuda a evitar as anemias, estimula a memória, auxilia no fortalecimento de ossos e dentes, no equilíbrio hormonal e na reparação das células.

propriedades do maracujá

Malefícios do maracujá

O consumo em excesso dessa fruta não é aconselhável para os indivíduos que sofrem de pressão baixa. Considerando que a fruta tem ação sedativa, o consumo pode baixar ainda mais a pressão sanguínea e acarretar problemas. Além disso, o excesso de acidez pode trazer impactos negativos para o fígado.

Ainda há a questão a respeito da flora intestinal, visto que o teor de fibras encontrado na composição do alimento é considerável. É sabido que uma porção de 18 gramas de maracujá apresenta 2 gramas de fibras, sendo que sua grande parte corresponde a fibras solúveis e é justamente a presença desses que influencia como o maracujá atua em relação ao intestino.

Há um estudo feito sobre as fibras solúveis, onde foi apresentado que elas se juntam à água no trato digestivo, resultando, assim, no aumento do volume das fezes. Nessa perspectiva, quando o limite de consumo é ultrapassado, pode acontecer diversos problemas, como fezes moles, movimentos intestinais frequentes e diarreia.

Propriedades do maracujá

O maracujá apresenta ação sedativa, calmante, refrescante e analgésica. Contém propriedades diuréticas e antioxidantes.

Benefícios do maracujá

Conheça abaixo alguns benefícios do maracujá:

  1. Faz bem para a saúde dos olhos;
  2. Combate o mau colesterol e auxilia no emagrecimento;
  3. Contém uma grande quantidade de sais minerais, entre eles o cálcio, ferro, fósforo e sódio;
  4. Ajuda a diminuir os índices de açúcar;
  5. Auxilia na digestão;
  6. Melhora o trânsito intestinal;
  7. Promove o relaxamento e um sono melhor;
  8. Ajuda a combater a depressão, ansiedade, estresse e enxaqueca;
  9. Faz bem para a saúde cardiovascular;
  10. Melhora o humor;
  11. Diminui a glicemia e a casca ajuda a diminuir o colesterol ruim;
  12. Combate infecções;
  13. Alivia problemas respiratórios, como asma e rinite, por exemplo;
  14. Ajuda a combater a anemia, já que o maracujá é uma rica fonte de ferro; e
  15. Age contra o envelhecimento precoce dos ossos.

Cabe acrescentar que a casca do maracujá é ótima para os diabéticos, visto que ela evita os picos de insulina.

Maracujá para emagrecer

Essa fruta também auxilia no emagrecimento. Isso se dá porque há uma substância encontrada na parte branca da casca do maracujá, a pectina, e, uma vez que ela entra em contato com o estômago, forma-se uma espécie de gel que aumenta a sensação de saciedade. Caso queira usufruir desse benefício, utilize a farinha da fruta ou inclua a casca no preparo de um suco, por exemplo.

Observe abaixo uma receita de suco de maracujá para emagrecer:benefícios do maracujá

Você deverá reservar:

– 2 copos de água;

– 1 maracujá grande;

– 1 colher (chá) de farinha da casca do maracujá.

Primeiramente, corte o maracujá ao meio e retire a polpa. Em seguida, bata no liquidificador com a água. Adoce conforme a sua preferência e adicione a farinha da casca do maracujá depois de pronto.

Faz-se importante mencionar que a farinha com a casca de maracujá pode ser tanto feita em casa quanto encontrada em lojas de produtos naturais. Sendo assim, pode ser acrescentada em qualquer bebida, sopa, vitamina ou até mesmo iogurte. Caso você não saiba como fazer a farinha de maracujá, segue abaixo o passo a passo:

  1. Selecione maracujás firmes e sem rugas. Retire a polpa e corte a casca ao meio e em pedaços;
  2. Coloque em um refratário e leve ao forno médio por trinta minutos, mexendo sempre;
  3. Retire o recipiente do forno quando a casca estiver torrada. Bata no liquidificador e, se restarem grumos, peneire a farinha.

É recomendado ingerir uma colher de sopa da farinha da casca do maracujá três vezes ao dia, antes das principais refeições. Embora o maracujá auxilie no emagrecimento, é essencial que alimentos ricos em gordura e açúcar sejam evitados, bem como manter uma rotina de atividades físicas.

maracujá propriedades

No que se refere às folhas, essas podem ser utilizadas no preparo de chás, que também possuem benefícios para os diabéticos na regulação do índice glicêmico. Quanto às sementes, elas são amplamente utilizadas no uso de cosméticos e também na cozinha, haja vista a presença de óleo com grande quantidade de ácidos graxos.

Maracujá cultivo

Na hipótese de você estar pensando como iniciar a plantação dessa trepadeira popularmente conhecida como flor da paixão, o primeiro passo é obter as sementes. Elas podem ser adquiridas facilmente em lojas especializadas, no entanto, a melhor opção é ir até o supermercado para escolher um maracujá bem grande e pesado. Lembre-se que boas sementes são oriundas de frutos em que a casca interna é fina e com bastante polpa! Feito isso, abra-o e retire a polpa. Coloque em uma peneira e separe usando apenas água. Deixe apenas as sementes na peneira. Posto isso, coloque as sementes em cima de um papel toalha para que sequem durante dois dias na sombra.

Inicialmente, coloque em um recipiente. Faça um furo de um centímetro de profundidade, coloque de quatro a seis sementes juntas em cada um e cubra com uma leve camada de terra. Irrigue abundantemente para umedecer todo o substrato.

O recipiente não pode ser colocado em qualquer local. O ideal é deixar as sementes em ambientes que haja sol de manhã ou ao final da tarde, de preferência que seja protegido de chuvas. A germinação demora de quinze a vinte e cinco dias.

Os maracujás devem ser transplantados quando tiverem uma altura de 15 a 30 cm. Isso pode acontecer entre o período de 45 a 70 dias da germinação. Nessa etapa, as plantas estão desenvolvendo as chamadas “gavinhas”, estruturas que firmam o maracujazeiro nos suportes.

Para obter êxito no cultivo, deverá haver uma limpeza do ramo principal e um espaço considerável entre as plantas. É possível usar a planta para decorar muros, grades, terraços ou pérgolas, já que o maracujá é uma trepadeira que atinge até nove metros de altura. Durante os meses de inverno, borrife água nos órgãos superiores da planta a cada quinze dias. A flor do maracujá pode ser usada com fins decorativos e os frutos amadurecem entre o fim do verão e início do outono.

maracujá benefícios

Maracujá Embrapa

Em dezembro de 2017, produtores, técnicos e estudantes participaram na Embrapa Cerrados, em Planaltina/DF, da difusão da primeira cultivar do gênero Passiflora alata Curtis, maracujá-doce BRS Mel do Cerrado (BRS MC) registrada e protegida no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Esse evento destacou a importância de uma nova opção para os fruticultores que utilizam o cultivo em estufas, haja vista que esse produto, além de contribuir para o aumento da renda do produtor, fortalecerá a cadeia produtiva do maracujá.

A Embrapa destacou que esforços não foram medidos para disponibilizar tecnologias para atender à demanda da sociedade contemporânea, sobretudo devido à importância que a agricultura tem para a sociedade brasileira. As principais características do maracujá Embrapa versam sobre a alta produtividade, qualidade física e química dos frutos e maior nível de resistência a pragas e doenças. Além disso, foi explicado que, com o objetivo de desenvolver frutas mais resistentes a doenças como virose e bacteriose, por exemplo, foi montada na Embrapa uma coleção de genótipos de maracujá oriundos da Amazônia Ocidental, Cerrados e Mata Atlântica do Nordeste, Sudeste e Sul.

 

Artigos Relacionados:

Benefícios e Propriedades da Pitaya

Benefícios e Propriedades da Manga

Benefícios e Propriedades da Goiaba

Benefícios e Propriedades do Abacaxi

Benefícios e Propriedades do Mangostão

Benefícios e Propriedades do Quiuí

Benefícios e Propriedades do Morango