Qual a diferença entre verduras e legumes?

Compartilhe as informações sobre este alimento

Diferenças entre verduras e legumes

Uma das dúvidas mais comuns entre as pessoas quando o assunto é alimentação é a diferenciação entre legumes e verduras. O que é legume? O que é verdura? Aqui neste artigo você saberá de uma vez por todas o que é o quê.

Legumes e verduras são plantas alimentares que fazem parte do agrupamento dos vegetais e são de grande benefício para a saúde humana.

A principal definição da diferença entre legumes e verduras se encontra na parte da planta que é própria para ser comida. Nos legumes, comemos seus frutos e sementes; nas verduras, suas flores, folhas e hastes.

legumes e verduras

O que são legumes?

São frutos salgados, vegetais que englobam o grupo das leguminosas, tubérculos, raízes, frutos, oleaginosas e cereais. Sua parte comestível são as sementes e frutos, como arroz, feijão, batata, cebola, cenoura, milho, pimentão, etc. Os legumes podem chegar até a 20% de carboidratos.

Os frutos dos legumes podem se desenvolver tanto na parte de fora, quanto de dentro da terra, tendo apenas suas folhas expostas. São normalmente consumidos crus, no vapor, fritos ou cozidos.

Diversos alimentos compreendem os legumes, mas que são divididos entre categorias já citadas acima.

  • Leguminosas: englobam os grãos, que podem ser retirados de dentro das vagens, como o feijão, a ervilha, a soja, o grão-de-bico, a lentilha, o amendoim e o tremoço. São ricas em Cálcio, Fósforo, Ferro, Potássio e Zinco, além de serem uma excelente alternativa ao consumo de alimentos proteicos não tão benéficos, como a carne vermelha.
  • Tubérculos: são referentes à parte mais grossa do caule que se desenvolve abaixo da terra. São alimentos como a batata-inglesa, inhame, taro, taioba, begônia e mandioca, que armazenam bastante energia e são ricos em carboidratos fornecedores de vitaminas C, Fósforo e Cálcio, além de antioxidantes, como o Betacaroteno.
  • Raízes: trata-se da parte comestível dos vegetais que serve como meio de fixação ao solo e como absorvedor de água. Também se desenvolvem abaixo da terra e têm a função de reservar energia. Os principais exemplos de raízes comestíveis são a batata doce, beterraba, cenoura, rabanete e nabo.
  • Frutos: são alimentos como o pepino, tomate, berinjela, abóbora e chuchu, que dispõem de sementes e têm um sabor salgado, diferentemente das frutas, cujo sabor é adocicado.
  • Oleaginosas: são frutos constituídas de uma casca firme com sementes comestíveis com um teor elevado de lipídios, como a castanha do Pará, a avelã, a castanha de caju, as nozes, a amêndoa e o pistache.
  • Cereais: são grãos como o arroz, o feijão, o milho e o trigo, que possuem fibras e proteínas fundamentais para o sistema digestivo, são uma excelente fonte de energia e nutrientes.

O que são verduras?

São as folhas, flores, plantas botões ou hastes comestíveis, como a alface, repolho, coentro, acelga, couve-flor, couve, alcachofra, agrião, espinafre, aipo, brócolis e rúcula. Fazem parte de apenas um agrupamento e possuem baixo teor calórico e de carboidratos.

As verduras também costumam ser chamadas de hortaliças, pois são cultivadas em hortas. São alimentos com pouca durabilidade, então o ideal é cortá-los apenas quando for consumi-los. Além disso, suas principais propriedades se encontram no estado cru. São ótimas opções para compor suas refeições.

verduras e legumes

Confira abaixo as propriedades de alguns dos principais tipos de verduras:

  • Alface: é a verdura mais popular que existe e está sempre presentes nos pratos com salada. Tem uma concentração enorme de vitaminas A e C e substâncias importantes na prevenção de enfermidades. Dispõe de variações como a alface americana, lisa, crespa e roxa, podendo ser consumida como acompanhamento, em hambúrgueres ou até mesmo em chás e sucos.
  • Agrião: é uma excelente fonte antioxidante no combate aos radicais livres, colaborando para o retardo do envelhecimento da pele. Tem baixo teor calórico e é uma opção saudável para a perda de peso. Costuma ser consumido como acompanhamento e de forma refogada, com cebola, azeite e alho.
  • Brócolis: é um alimento que se encaixa em qualquer refeição, pois além de ser muito nutritivo, possui fibras e substâncias importantes para a digestão. É rico em vitamina C e costuma ser consumido depois de cozido no vapor.
  • Couve: é rica em Ômega 3, considerado a “gordura boa”, que beneficia a saúde cardiovascular, prevenindo complicações como derrames e infartos. É ótima para ser consumida de forma refogada, acompanhada de alho e cebola.
  • Couve-flor: é um alimento que possui propriedades benéficas contra gripes e resfriados, sendo uma ótima fonte de fibras alimentares que ajudam no emagrecimento e no funcionamento do intestino. Assim como o brócolis, alimento que é da mesma família da couve-flor, costuma ser consumido cozido.
  • Espinafre: é considerado um dos alimentos mais saudáveis que existe. É rico em Cálcio, Fósforo e Ferro, contribuindo para o fortalecimento dos ossos, dentes e músculos e prevenindo doenças como a anemia. É normalmente consumido refogado, cozido ou até mesmo cru.

Artigos Relacionados:

Benefícios e Propriedades da Salsa

Benefícios e Propriedades do Milho

Benefícios e Propriedades da Beterraba

Benefícios e Propriedades da Cenoura

Benefícios e Propriedades da Escarola

Benefícios e Propriedades do Rabanete

Benefícios e Propriedades da Acelga

Benefícios e Propriedades da Cebolinha

Benefícios e Propriedades do Gengibre

Benefícios e Propriedades da Cebola

Benefícios e Propriedades do Alho-porro