Selo Energia Verde é divulgado para reforçar biomassa de cana-de-açúcar

Compartilhe as informações sobre este alimento

No dia 26/01/2015, a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) e a União da Indústria de Cana-de-açúcar (UNICA), divulgaram a criação do Selo Energia Verde, cujo objetivo é certificar companhias que produzem e consomem energia limpa. O projeto veio para reforçar a eletricidade que se origina da biomassa de cana-de-açúcar.

Segundo o acordo, cerca de 20% da energia elétrica usufruída pelas companhias é produzida sustentavelmente. Isso simboliza o ingresso do Programa de Certificação da Bioeletricidade, que dará o aval ao compartilhamento de dados entre as duas empresas (CCEE e UNICA).

O selo também será entregue às usinas produtoras de bioeletricidade que obedecem aos fundamentos da sustentabilidade do Protocolo Agroambiental do Setor Sucroalcooleiro Paulista.

Os primeiros selos foram concedidos pela CCEE e UNICA em cerimônia realizada em São Paulo. Empresas consumidoras como Duratex e Univeler foram premiadas por terem adquirido eletricidade produzida por biomassa de cana-de-açúcar. Já empresas como Adecoagro, Nole, Guarani, Alta Mogiana, Raízen, Zilor e São Martinho ganharam na categoria produtores.

No ano de 2014, mais de 20 mil gigawatts/hora (GWh) de energia elétrica originárias da biomassa foram produzidos, quase 20% a mais que no ano anterior. O que seria mais do que suficiente para municiar mais de 11 milhões de residências com eletricidade.

Caso não houvesse a utilização da biomassa na matriz elétrica brasileira, os níveis de CO2 na atmosfera seria muito maiores.

 

Outros Artigos Interessantes:

Os Benefícios da uva para a saúde