Benefícios da Alfafa para a saúde

Compartilhe as informações sobre este alimento

Também conhecida como luzerna, alfafa-de-flor-roxa e melga dos prados, a alfafa é uma planta leguminosa de folhas perenes, pertencente à família das Fabaceae, a mesma da ervilha e do feijão.

Quanto ao aspecto, apresenta folhas trifolioladas (três folíolos) e flores de tons azuis ou violetas. Normalmente cultivada como forrageira (para pasto e alimento de animais), esta planta, quando ereta, chega a alcançar de 80 cm a 1 m de altura.

benefícios da alfafa

Mas o que você precisa saber sobre a alfafa é que ela tem muito a contribuir para a nossa saúde. Vamos conhecer um pouco mais sobre esse vegetal e todos os benefícios que ele pode trazer para a sua vida?

Significado de Alfafa

A alfafa tem raízes no Sudoeste da Ásia ou Norte da África e o seu significado diz muito sobre ela. Essa palavra de origem árabe deriva da expressão “al-fa-facah”, que quer dizer “o pai de todos os alimentos”.

Seu nome científico Medicago sativa, por sua vez, indica sua localização no “norte da África” (Medicago) e “longo cultivo” (sativa).

Alfafa para cavalos

Mesmo não havendo certeza absoluta sobre sua origem, é provável que a alfafa tenha sido cultivada pela primeira vez na Pérsia, centenas de anos antes de Cristo. Em tempos antigos, essa leguminosa teve larga importância para os povos árabes, que a utilizavam para alimentar seus cavalos, de forma a enfrentarem longas distâncias.

Até os dias de hoje, o uso de alfafa para cavalos é indicado para fortalecer e potencializar o desempenho do animal.

No entanto, a maioria das pessoas desconhece o quão benéfica ela é para o consumo humano. Inserida em nosso cardápio, sob a forma de saladas, sopas ou chás, ou mesmo como medicamento natural, essa planta pode trazer grandes benefícios para nossa saúde.

Onde encontrar Alfafa

A alfafa chegou ao Brasil pelo Rio Grande do Sul, através de brotos trazidos da Argentina e do Uruguai. Embora seja cultivada em alguns estados, ainda hoje não é uma cultura muito difundida. Segundo a Embrapa, entre os fatores que dificultam a expansão do seu cultivo no país está o parco conhecimento, por parte dos produtores rurais, sobre as exigências desse tipo de planta, bem como a baixa produção de sementes.

Mesmo assim, a alfafa é comercializada em feiras livres, mercados, lojas de produtos naturais e farmácias de manipulação.

Você irá encontrá-la, tanto em sua forma natural, quanto no formato de cápsulas e tinturas. De um jeito ou de outro, a alfafa vai trazer ótimos benefícios para você.

Propriedades da Alfafa

A alfafa é um alimento muito nutritivo para o consumo humano, por apresentar níveis consideráveis de proteínas e vitaminas. De acordo com especialistas, ela contém oito enzimas essenciais para nosso organismo, responsáveis pela prevenção contra diversas doenças, em especial, do aparelho digestivo.

propriedades da alfafa

  • Rica nos minerais cálcio, ferro, zinco, fósforo e manganês e nas vitaminas C, E e K, ajuda no fortalecimento do sistema imunológico.
  • Ação diurética e digestiva – previne contra gastrite e úlcera, além de evitar o acúmulo de gases.
  • Ação desintoxicante – Possui saponina, substância que atua como emulsificante reduzindo a absorção de gorduras ruins e a retenção de líquido.
  • Ação depurativa do sangue – Rica em cálcio, ferro, potássio, dentre outros minerais, apresenta um efeito vaso dilatador,  melhorando o fluxo sanguíneo.
  • Auxiliar no ganho de massa muscular – Por conter grande quantidade de proteína vegetal (100 g de alfafa equivalem aos mesmos nutrientes de 100 ml de leite), é muito recomendada para o bom rendimento de treinos e esportes.
  • Efeito sedativo e calmante – atua de forma positiva no tratamento de ansiedade e nervosismo.
  • Auxiliar no processo de emagrecimento – Além de baixo índice calórico, ajuda a eliminar toxinas e produz uma sensação de saciedade muito importante para a perda de peso.

Benefícios da Alfafa

Pela quantidade de proteínas encontradas não apenas no broto de alfafa, como também em suas folhas e flores, esse vegetal é considerado uma planta de grandes propriedades terapêuticas que ajuda a combater diversos problemas de saúde. Conheça algumas indicações de uso desse vegetal:

  • Alfafa para anemia – Por conter vitamina K, é muito benéfica para tratar anemia e convalescença.
  • Alfafa para anorexia – A infusão de brotos de alfafa fornece nutrientes de fácil absorção, que auxiliam no combate à falta de apetite e anorexia nervosa.
  • Alfafa na menopausa – Por conter isoflavonas estrogênicas, tem se mostrado muito positiva no combate a sintomas da menopausa, como o calor excessivo e suores noturnos.
  • Alfafa para osteoporose – Possui ação hormonal que favorece o fortalecimento ósseo.
  • Alfafa para a pele e os cabelos – Por conter vitamina E, revigora a aparência da pele e fortalece os fios capilares.

Alfafa Amamentação, uma solução natural

Sabendo que a qualidade do leite materno é muito importante para o desenvolvimento do bebê, muitas mães ficam preocupadas quando sentem que estão produzindo pouco leite. Uma boa indicação vem da natureza.

A alfafa é considerada um alimento galactagogue, ou seja, que ajuda a melhorar a qualidade e a aumentar a produção do leite materno. Se é bom ter essa dádiva na natureza, melhor ainda é saber que podemos encontrar alfafa em cápsulas e tinturas nas farmácias de manipulação.

É sempre importante consultar seu médico antes de consumir. Veja abaixo os tipos de alfafa manipulada e a forma de consumir para melhorar a qualidade do seu leite:

– Cápsulas de 500 mg – produzidas sob receita em farmácias de manipulação. Indica-se tomar 01 cápsula 3 vezes ao dia.

– Tintura – à venda em frascos de 200 ml em farmácias – Recomenda-se tomar 20 gotas, 3 x ao dia.

Tanto as folhas quanto os brotos de alfafa são usados para produzir os suplementos.

Como consumir Alfafa no dia a dia

Que tal introduzir a alfafa em sua rotina alimentar? De sabor bastante agradável, ela possui a vantagem de aliar boa quantidade proteínas com baixo valor calórico. Esse vegetal bastante completo faz muito bem para nosso organismo. E o que é melhor, nela tudo se aproveita. As folhas, flores e brotos podem ser utilizados no preparo de chás, saladas e sopas.

Conheça algumas formas de consumir alfafa e desfrutar de suas propriedades terapêuticas:

Chá de Alfafa

Muito apreciado, o chá de alfafa não é apenas gostoso. Tomado em jejum, ele ajuda recalcificar os ossos, combate o raquitismo e ajuda a emagrecer. Além de calmante natural, ele serve para combater a cistite e atua na função digestiva.

Seu preparo é muito simples:

  1. Pegue folhas ou raízes secas de alfafa (você deve secar na sombra, para evitar que elas murchem, preservando assim suas propriedades terapêuticas).
  2. Em um litro de água fervente, acrescente 02 colheres (sopa) de alfafa (folhas e raízes). Deixe ferver por 2 a 3 minutos e desligue.
  3. Tampe o recipiente e deixe repousar por cerca de dez minutos.
  4. Coe e reserve para consumo.
  5. É recomendável beber um copo de chá de alfafa quatro vezes na semana, alternando os dias.

Alfafa broto na salada

Outra maneira de consumir o vegetal é usar o broto de alfafa como componente da salada. Para isso, ele deve ser lavado cuidadosamente, de forma a eliminar impurezas e substâncias químicas. Pique em pedacinhos e tempere a gosto.

Suco Detox com Alfafa

Essa receita é imbatível para quem aprecia uma bebida fitness.

  1. Bata no liquidificador cerca de 50 gramas de broto de alfafa com 01 copo de água.
  2. Acrescente 06 folhas de hortelã e 01 folha de couve.
  3. Beba imediatamente, para preservar as propriedades da planta.

Cuidados ao consumir alfafa

Mesmo sendo um vegetal bastante benéfico, a alfafa apresenta as seguintes contraindicações.

  • Pacientes em tratamento com anticoagulantes (aspirina ou varfarina).
  • Crianças, idosos e pessoas em situação de baixa imunidade (devido ao risco de contaminação por bactérias).
  • Contraindicada para pessoas que sofrem de lúpus, gota e câncer.
  • Mulheres que tomam pílulas anticoncepcionais devem ter cautela no consumo de alfafa, pois ela pode reduzir sua eficácia.

Na hora de comprar alfafa in natura, preste bastante atenção na origem das sementes e broto de alfafa.

Vegetais de origem duvidosa podem estar contaminados por bactérias que provocam diarreia, náusea, vômito, cólica abdominal e febre.

Para evitar que isso aconteça, na hora de comprar, prefira o produto com certificação orgânica e lave cuidadosamente antes do preparo.

Como plantar Alfafa

Planta forraginosa, ou seja, que serve de pasto e alimento para o gado, o plantio de alfafa ajuda a enriquecer a terra, que passa a dispor de grande quantidade de nitrogênio.

Essa leguminosa vive de quatro a oito anos e seu caule alcança a altura entre 80 cm e 1m. Com folhas ovais e dentadas, suas flores são pequenas e de cor azul ou violeta. De caule comprido, a alfafa possui raízes profundas, o que a torna muito resistente, inclusive a períodos de seca.

Outra característica desse vegetal é sua autotoxicidade. Isso quer dizer a semente de alfafa dificilmente irá germinar em locais onde já existe o vegetal. Por isso, o cultivo deve ser alternado com culturas de outras espécies, como por exemplo, milho ou trigo.