Benefícios do Maxixe para a saúde

Compartilhe as informações sobre este alimento

Hortaliça tradicional do Norte e Nordeste brasileiro, o maxixe não tem a mesma popularidade no restante do país. O que é uma pena, pois ele apresenta grandes benefícios para quem o insere em sua rotina alimentar.

De nome científico Cucumis anguria, o maxixe é originário da África e teve seu consumo introduzido no Brasil pelos escravos. Seu nome popular tem origem no dialeto africano Banto.

Planta rasteira da mesma família da abóbora, melão e melancia, o maxixe se adaptou muito bem ao nosso clima tropical. Quanto ao aspecto, seu fruto apresenta formato oval, com casca espinhosa ou lisa, de cor verde clara. Rico em sais minerais, principalmente Zinco, embora muito nutritivo, o maxixe tem baixo índice calórico e pode ser consumido in natura, cozido ou em forma de chás e sucos.

Conheça mais sobre essa hortaliça que, além de saborosa, tem muito a contribuir para a nossa saúde.

benefícios do maxixe

Para que serve o Maxixe

De custo acessível, o maxixe é facilmente encontrado em supermercados e feiras. Tanto as flores quanto o fruto são comestíveis e saborosos. As folhas de maxixe têm um sabor semelhante ao do espinafre, com um suave ardor, sendo muito utilizadas em recheios de tortas e quiches.

Entre as maneiras de preparo estão:

  • Cozido, em ensopados (culinária nordestina)
  • Como recheio (culinária árabe)
  • Em saladas, substituindo o pepino.
  • Adicionado a sopas e caldos.
  • Em sucos verdes, substituindo a couve.
  • Cozido junto com feijão
  • Também pode ser consumido em seu estado natural, preservando assim todos os seus nutrientes. Experimente cortá-lo em rodelas e adicionar sal e limão. Fica uma delícia!

A Maxixada – Na culinária nordestina, o maxixe é bastante apreciado em ensopados, como a tradicional maxixada, um prato típico que consiste em cozinhar o maxixe junto com outros alimentos, como carnes, quiabo e abóbora, acrescentando-se os temperos.

Se preferir, a maxixada pode ser feita sem adição de carnes. Corta-se o maxixe em rodelas e refoga-se com sal, alho, cebola e coloral, junta-se tomate, pimentão e leite de coco. Depois de cozinhar, acrescenta-se tempero verde. Fica delicioso.

Escolhendo o maxixe

Ao escolher o maxixe para consumo, prefira frutos firmes, com a cor uniforme e os espinhos inteiros, evitando os de cor amarelada. Como sua casca é fina, examine os frutos com cuidado para não amassá-los, pois eles escurecem e ficam inutilizados para consumo.

Propriedades do Maxixe

O maxixe é repleto de vitaminas e minerais importantes para o nosso corpo, mas a campeão deles é o Zinco. Esse mineral é muito benéfico para o bom funcionamento do nosso metabolismo, principalmente quanto a açúcar e proteínas. Também é muito eficaz na prevenção a problemas na próstata, no controle do colesterol e em processos de cicatrização de feridas.

Rico em Cálcio e Magnésio, esses dois minerais em conjunto são importantes para a saúde óssea e também ajudam a prevenir problemas cardiovasculares. Além disso, o consumo de maxixe ajuda a reduzir o índice glicêmico e baixar o colesterol ruim.

maxixe benefícios

Propriedades medicinais do Maxixe

Como você percebeu, existem mais indicações para o consumo de maxixe do que pelo seu saboroso ensopado ou salada. Inserido no cardápio, o maxixe previne distúrbios na próstata, reduz o índice de colesterol, ajuda na cicatrização de feridas e também ajuda a eliminar aquelas manchinhas brancas das unhas, que aparecem por conta da carência de vitamina B e ferro.

Benefícios do Maxixe para a saúde

Rico em vitaminas e sais minerais, o maxixe pode fazer maravilhas pela sua saúde. Entre outros benefícios, podemos citar:

1.Ajuda a reestabelecer o sistema imunológico:

Por conter Zinco, estimula as defesas do organismo contra a ação de fungos e bactérias.

2.Ação Antioxidante:

Restaura o sistema imunológico, inibindo a atividade dos radicais livres, nocivos à saúde, protegendo contra doenças e infecções.

3.Fortalecimento dos ossos, cartilagens e dentes:

Rico em Cálcio, seu consumo contribui para a saúde óssea, prevenindo a

osteoporose na Terceira Idade.

4.Acelera o metabolismo:

O Fósforo presente em sua composição, auxilia na metabolização de carboidratos e na liberação de energia para o nosso corpo.

5.Combate a anemia:

Rico em Ferro, é um dos melhores alimentos para prevenir e tratar a anemia.

6.Previne o envelhecimento:

Graças à vitamina C, ajuda a produzir colágeno, trazendo mais firmeza e elasticidade à pele, prevenindo rugas e celulite.

Indicações do Maxixe para a saúde

Maxixe para a imunidade – Consumir cru ou em saladas ou sucos. Na salada, cortado em rodelas, com tomate, cebola e azeite. Em forma de suco, junte maçã, cenoura e maxixe, laranja e umas folhinhas de hortelã.

Maxixe para Diabetes – Ingerir suco de maxixe duas vezes ao dia auxilia no controle glicêmico.

Maxixe para anemia – Use temperado com limão ou tome com laranjada, pois o ácido cítrico ajuda a absorver o ferro dos alimentos.

Maxixe e Diabetes

Embora sem comprovação científica, a medicina popular há muito tempo indica os benefícios do consumo de maxixe para o controle do diabetes. Uma receita muito benéfica consiste em raspar o maxixe e cortá-lo ao meio, adicionando um copo de água. Bata no liquidificador por cinco minutos, coe e beba duas vezes por dia: em jejum, ao acordar e 30 minutos após o jantar. Esse suco é um “santo remédio” para reduzir as taxas glicêmicas.

Maxixe emagrece?

Quando falamos hoje em alimentos poderosos para a saúde, sempre surge a pergunta: quantas calorias ele tem? Posso consumir à vontade? Esse é o caso do maxixe. Por ser um vegetal nutritivo, você pode se perguntar se o maxixe engorda ou emagrece.

A resposta é que, mesmo sendo muito saudável, ele apresenta baixo valor calórico (cada 100 g de maxixe = apenas 5,1 calorias), podendo ser adicionado a dietas de controle do peso. Além disso, seu consumo traz a sensação de saciedade e ajuda a reduzir o apetite.

Receitas com Maxixe

Como dissemos no início desse artigo, o maxixe é usado em muitos pratos deliciosos, ainda que essa fama na culinária seja mais intensa no Norte e Nordeste do Brasil. Mas já é tempo dessa fama se espalhar. Conheça algumas receitas que dão um toque diferente ao seu cardápio.

1.Maxixada Nordestina

Não dá para falar em receitas com maxixe sem ir direto ao ponto com a tradicional maxixada. Anote o passo a passo e bom apetite!

Ingredientes:

  • 400 g de carne seca
  • 400 g de músculo de boi (em cubos)
  • Toucinho defumado – 1/4 de xícara (chá)
  • 400 g de maxixe cortados em rodelas
  • Camarões secos descascados – 1/3 de xícara de chá
  • 200 g de linguiça calabresa
  • 03 dentes de alho picado
  • Pimentão picado – 1/4 de xícara (chá)
  • Cebola picada – 1/4 de xícara (chá)
  • Tomate picado – 1/3 de xícara (chá)
  • 02 colheres de sopa de extrato de tomate
  • Pimenta do reino moída – 1/2 colher de chá
  • 1/2 xícara de chá de hortelã
  • Sal a gosto.

Como preparar

  1. A carne seca deve ficar de molho de um dia para o outro.
  2. Corte a carne seca em cubos e coloque em água fervendo por cerca de 10 min.
  3. Retire a carne da água, junte o músculo, toucinho, alho, cebola, pimentão, tomate e o extrato de tomate, levando ao fogo para refogar.
  4. Adicione pimenta-do-reino e sal a gosto.
  5. Acrescente água e deixe cozinhar
  6. Quando a carne estiver quase cozida, adicione a calabresa, a hortelã, os camarões e finalmente o maxixe!
  7. Quando os maxixes estiverem macios e cozidos, retire do fogo.
  8. Sirva com arroz branco.

2.Refogado de maxixe

O refogado de maxixe é um clássico que serve de acompanhamento a qualquer refeição quente. Veja como é fácil de fazer.

Ingredientes:

  • 12 maxixes
  • 01 cebola roxa pequena e bem picadinha
  • Sal a gosto
  • Pimenta malagueta a gosto
  • 02 dentes de alho pisados
  • Tempero verde a gosto
  • Azeite

Como preparar:

  1. Lave bem o maxixe, raspe a casca retirando as pontinhas, corte em pedacinhos e reserve.
  2. Refogue cebola e alho, junte a pimenta cortadinha e o maxixe, continue refogando em fogo médio por mais 15 minutos.
  3. Não deixe secar o refogado. Se precisar, acrescente um pouco de água quente.
  4. No final, junte o sal e o tempero verde, a gosto.

Maxixe faz mal para os rins?

Grande parte das pessoas que sofrem de cálculos renais se deve a uma alimentação errada, com excesso de sal, gorduras, embutidos e refrigerantes. O que o maxixe tem a ver com isto? Praticamente nada. Por muito tempo associou-se o Cálcio presente nos alimentos à formação de pedras nos rins. Por ser rico nesse mineral, o maxixe entrou na lista dos “vilões”, o que é pura injustiça. Na verdade, o que causa pedras nos rins são alimentos que contém Oxalato, e a presença do Cálcio é importante para eliminá-los do organismo. Portanto, para prevenir problemas nos rins, reduza o consumo de sal, amendoim, espinafre, chá preto e chocolate na alimentação. Quanto ao maxixe, pode consumi-lo tranquilamente.