Benefícios do Shitake para a saúde – Conheça mais sobre este tipo de cogumelo

Compartilhe as informações sobre este alimento

O shitake é um tipo de cogumelo originário do leste da Ásia que caiu no gosto de mais populações, sendo, inclusive, cultivado em outras partes do globo terrestre. Para entender o que é shitake, é importante saber sua origem. O cogumelo shitake pertence à família Marasmiaceae e à divisão Basidiomycota, que corresponde aos cogumelos comestíveis. Ele é o segundo tipo de cogumelo mais consumido do mundo.

Muito fácil de encontrar nas florestas do Japão, o fungo pode ser visto em cascos de troncos, isso porque sua função é a de decompor a madeira morta das árvores. Até por conta disto, ele pode ser cultivado sem problemas dentro de troncos. Shitake e shimeji são bastante consumidos, não só na culinária japonesa, mas também no Brasil. Mais ainda o shimeji, pois ele está muito presente nos rodízios de comida oriental.

Além de ser saboroso, o shitake oferece diversos benefícios à saúde de quem o consome regularmente. Neste artigo, vamos detalhar as propriedades que atuam em prol do sistema imunológico e também mostrar como preparar shitake.

As propriedades do shitake

Há diversas propriedades do shitake que trabalham de forma positiva no organismo. Entre as principais temos:

  • Redução da pressão arterial;
  • Diminuição do colesterol;
  • Fortalecimento do sistema imunológico ante o surgimento de doenças;
  • Proteção do fígado contra doenças hepáticas;
  • Combate à diabetes e melhora da flora intestinal por ser rico em fibras;

Além dessas propriedades mais fundamentais, há estudos científicos que pontam que o consumo do shitake pode combater inclusive algumas causas do Mal de Alzheimer.

O valor nutricional do shitake é inestimável, já que ele é muito rico em nutrientes e também em vitaminas. Por exemplo, 17% da massa seca do shitake fresco corresponde a aminoácidos essenciais ao corpo humano. Desta forma, ele pode substituir a carne vermelha, sendo ideal para os vegetarianos e até para aqueles que necessitam diminuir o consumo de proteína animal em sua dieta.

Outro ponto positivo é, como o fungo carrega grandes quantidades de fibras, ajuda a combater a fome, aumentando a sensação de saciedade. O cogumelo shitake carrega muito ácido fólico e vitamina B9, importantes para um bom funcionamento do sistema nervoso. Além disso, quem consome 150 gramas diárias de shitake estará atingindo 100% das necessidades de vitamina B5, fundamental no controle da capacidade de resposta do corpo ao estresse, além de auxiliar no metabolismo dos açúcares, gorduras e proteínas no organismo.

O fungo possui ainda:

  • Vitaminas B2 e B3;
  • Selênio em grande quantidade;
  • Cálcio;
  • Manganês;
  • Zinco;

Os benefícios oferecidos pelo shitake

O shitake tem benefícios diversos a quem o consome regularmente. A seguir detalharemos um pouco mais sobre os benefícios do shitake ao organismo:

1.Previne o câncer – o shitake possui em seus componentes a lentinana, uma substância que ajuda a fortalecer o sistema imunológico e também ajuda na prevenção ao câncer. Pesquisas indicam que ela pode ajudar na redução da aceleração do crescimento do tumor ou impedir a ocorrência de metástase.

2.Antioxidantes combatem radicais livres – tais propriedades, ricas no shitake, ajudam a combater os radicais livres que envelhecem as células e podem causar mutações que, em alguns casos, levam ao câncer. Exemplo disso é a L-ergotineína, um rico antioxidante muito presente no shitake.

3.Atua contra doenças – além de enfrentar os radicais livres e o câncer, também pode auxilia a controlar a hipertensão arterial, diminuir os níveis de colesterol e atuar contra o diabetes e doenças relacionadas ao coração. Além disso, previne a trombose, já que a lentinana evita que as plaquetas se acumulem e formem coágulos nas veias.

4.Equilibra o peso – repleto de fibras, este cogumelo tem poucas calorias: 200 gramas de shitake possuem apenas 70kcal. Suas fibras também dão mais saciedade e queimam a gordura do corpo, ajudando até mesmo no combate a problemas do coração. Além disso, possui baixo índice glicêmico, ajudando a pessoa a não ganhar peso.

Como comprar e fazer shitake

Há que ressaltar que o preço do shitake pode variar bastante. Os cogumelos in natura e desidratados são mais comuns de se encontrar em feiras e lojas especializadas. Nos supermercados, é possível encontrá-lo em bandejinhas em áreas refrigeradas.

A pergunta agora é como fazer shitake, certo? Há diversas receitas com cogumelo shitake fresco ou ainda com shitake desidratado. É muito comum utilizá-lo em saladas, sopas e estrogonofes. Um prato muito comum é o risoto de shitake, muito saboroso e simples de fazer, assim como o shitake na manteiga, que pode servir como um ótimo acompanhamento para sua refeição.

As receitas que aproveitam todo o conteúdo do alimento são as de cogumelos shitake grelhados ou ainda as de cogumelos shitake no forno. Isso porque, normalmente, são descartados os talos. Não neste caso. Para isto, basta ter na cozinha 200 gramas de shitake, um tomate picado, uma colher de manteiga, alho e sal a gosto. Fatie os talos e coloque na frigideira com manteiga, alho e tomate. Acrescente a parte cortada dos cogumelos. Enquanto isso, ponha as cabeças do cogumelo em uma grelha (pode também ir ao forno), com um queijo de sua preferência. Depois é só juntar o que foi grelhado com o que foi refogado. Simples, prático e delicioso!

Saiba mais: conheça os benefícios e propriedades de 9 tipos de cogumelos.

 

Artigos Relacionados:

9 tipos de Cogumelos e seus Benefícios e Propriedades

Benefícios e Propriedades do Shimeji

Benefícios e Propriedades do Champignon

Benefícios e Propriedades do Cogumelo Paris

Benefícios e Propriedades do Cogumelo do Sol